Tradução técnica: algo mais que traduzir

A tradução técnica é a tradução que se ocupa com os textos especializados em um área da ciência muito determinada. Na vida cotidiana encontramos exemplos de tradução técnica nas guias de usuário de programas informáticos ou nas instruções de uso dum eletrodoméstico. Não obstante, um tradutor técnico pode encontrar no seu trabalho quase qualquer tipo de texto e temática, pois a tradução técnica abrange um campo de especialização imenso.

Tradução técnica ou tradução científica?

A tradução técnica comparte muitas características com a tradução científica e, a priori, podem ser difíceis de diferenciar. Mas não são o mesmo. De modo geral, poderíamos dizer que a ciência é o conjunto de conhecimentos técnicos, enquanto a técnica é a aplicação prática de esses conhecimentos.

Assim, os textos científicos se ocupam com a divulgação do conhecimento e os avanços científicos. Normalmente são redigidos no âmbito da comunidade educativa ou de equipas de investigação. Por outra parte, os textos técnicos têm como objectivo principal a instrução do leitor. Trata-se de textos mais concisos, precisos e objetivos do que os textos científicos, com uma finalidade muito concreta.

Portanto, poderíamos tomar um trabalho de investigação sobre as causas do envelhecimento demográfico como exemplo de texto científico, e uma descrição das peças dum motor como exemplo dum texto técnico.

Características da linguagem técnica

As principais características da linguagem técnica são:

  • Objetividade: a linguagem empregada tem uma função informativa e/ou instrutiva. O autor destes textos funciona simplesmente como um transmissor da informação e não intervêm opinando ou valorando a informação.
  • Terminologia: abundante uso de termos especializados que são desconhecidos para o leitor geral, como acontece com a linguagem jurídica.
  • Precisão: cada um dos termos tem um referente concreto; não há ambigüidade nos textos técnicos
  • Concisão: na linguagem técnica, menos é mais. Neste tipo de textos não encontramos recursos estilísticos nem nenhum tipo de informação que não seja a necessária.

Importância da tradução técnica

A difusão de textos técnicos faz possível dia a dia o progresso da ciência e da tecnologia. Na atualidade, a língua franca da ciência é o inglês, mas isso não significa que todos os avanços científicos sejam desenvolvidos em países anglo-saxões. A ciência e a tecnologia baseiam o seu sucesso na difusão da informação e na cooperação entre coletivos. Qualquer avanço ou aportação à comunidade científica devem ser transmitidos para terem significado. Se não for assim, ficam ocultos e inválidos.

Para isso, é imprescindível a labor dos tradutores técnicos. Mais uma vez, a profissionalidade dos tradutores é indispensável. Um tradutor técnico deve conhecer muito bem e de antemão a temática sobre a que vai trabalhar. Além disso, deve realizar um trabalho muito minucioso de documentação prévia ao processo de tradução. Frequentemente, um tradutor técnico dedica mais tempo à documentação do que dedica à redação do texto. Não devemos esquecer que a terminologia e a precisão têm um papel fundamental na tradução técnica. Uma vez iniciada a tradução, deve ter em mente diversos fatores de riscos, como a tradução de acrônimos ou cifras. Em suma, não é suficiente com ter conhecimentos da língua meta. Uma boa tradução requer muito mais.

Imagem de Sergey Zolkin

Sobre Antonio Leal Fernández

Graduate degree in Translation and Interpretation from Universidade de Vigo (2013). Translator and proofreader in the German and English to Spanish combinations.

Você também pode gostar de